IBGE aponta que maioria em Uberlândia são migrantes

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) comprovou que quase metade da população de Uberlândia é natural de outros municípios. A Toca do Calango, por exemplo, é composta 100% de pessoas que vieram de fora da cidade em busca de oportunidades de trabalho ou de estudo. De acordo com os dados divulgados, 48,5% dos moradores da cidade são de fora e se mudaram para cá por causa da família, do estudo, da qualidade de vida ou das oportunidades no mercado de trabalho. São os chamados ‘uberlandinos’.
Com isso, a cidade é a 39ª em Minas Gerais, no ranking de população não natural de cada município.
Especialista explica migração
A migração urbana para Uberlândia acontece em função da estrutura e porte da cidade, conforme apontam especialistas em crescimento urbano. Eles afirmam que município é um polo regional, sendo os principais concorrentes a capital mineira, Belo Horizonte, seguida de Goiânia, Brasília, Ribeirão Preto e São Paulo, que estão distantes e por isso, Uberlândia tem uma grande área de influência na região, oferecendo trabalho e qualidade de vida.
Uberlândia atrai não só investimentos, mas também pessoas. A maior concentração de migrantes tem entre 15 e 40 anos, que são pessoas que buscam estudo e trabalho. Além disso Uberlândia oferece um padrão de vida e negócios bastante desenvolvidos.
Segundo pesquisadores da região, quem é de fora e mora em Uberlândia provém principalmente do Triângulo Mineiro, Noroeste de Minas, Alto Paranaíba e Sudoeste de Goiás. Estes dados não são apontados em recente pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mostra somente o percentual de pessoas não naturais de cada município mineiro.

Uberlândia está entre as melhores

Se comparararmos Uberlândia com as cidades de porte médio no Brasil, vemos que aqui está bem estruturado. Se compararmos com as metrópoles, veremos que aqui tem tudo o que existe em uma grande cidade, mas que ainda não chegou ao caos urbano encontrado nestes locais.
PESQUISA IBGE
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dos 853 municípios de Minas Gerais, 26 têm mais moradores nascidos em outras cidades do que no próprio local (veja arte). Delta, no Triângulo Mineiro, a 132 quilômetros de Uberlândia, encabeça a lista com 85% da população composta por forasteiros. Uberlândia aparece na lista com 48% da população nascida em outras cidades.
No comparativo entre moradores naturais e não naturais das cidades mineiras, Itambé do Mato Dentro, na região metropolitana de Belo Horizonte, a 650 quilômetros de Uberlândia, é a que menos tem moradores de fora. Somente 4,2% da população é composta por forasteiros.
POPULAÇÃO DE UBERLÂNDIA
Natural da cidade – 311.165
De fora – 292.848
TOTAL – 604.013
Destes:
São de Minas Gerais – 482.351
São de outros estados – 121.662
Fonte Correio de Uberlândia
TOCA DO CALANGO – suítes e quartos
individuais para alugar em uberlândia
acesse: www.tocadocalango.com.br

One Reply to “IBGE aponta que maioria em Uberlândia são migrantes”