Alunos de escolas privadas vão ficar na UFU

Cerca de 200 alunos da UFU que ingressaram na instituição por meio de liminares vão continuar nos respectivos cursos.

Os alunos das escolas particulares se inscreveram no PAAES – Programa de Ação Afirmativa de Ingresso ao Ensino Superior  que era destinado a alunos de escolas públicas e depois entraram com liminares para garantir as matrículas.


Até então, 40 alunos haviam perdido as causas judiciais mas o termo assinado entre a universidade e o  Ministério Público Federam (MPF) estabeleceu a manutenção na instituição, até final dos cursos em que estão matriculados. O termo de conciliação foi assinado na sala de audiências da 1ª Vara Federal da Justiça Federal de Uberlândia.

A iniciativa, além das dos próprios alunos, tinha ocorrido pelo próprio MPE, que ingressou contra a UFU em uma ação civil pública para que a instituição não excluísse esses estudantes que, apesar de terem sido aprovados no PAAES e eram de escolas particulares e, por isso, não poderiam ser aceitos pelo processo seletivo.


Portanto, os estudantes serão mantidos e o processo foi extinto pelo juiz federal substituto, Bruno Vasconcelos, incluindo os 40 que haviam perdido as causas.

Vai continuar na UFU? Então acesse o site da Toca do Calango!
TOCA DO CALANGO – suítes e quartos
individuais para alugar em uberlândia
acesse: www.tocadocalango.com.br

Comentários estão desabilitados no momento.