Saiu o dinheiro para construção da Estação de Tratamento de Água Capim Branco I

Saiu o dinheiro do PAC 2, proveniente do recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para construção da Estação de Tratamento de Água Capim Branco I.

O prazo para o início do pagamento da primeira das 240 parcelas é de de quatro anos, com previsão de mensalidade no valor aproximado de R$1 milhão.

O prefeito de Uberlândia assinou o contrato ontem, terça-feira (17) do maior empréstimo da história do Município. No total são R$ 288 milhões para a construção da nova Estação de Tratamento de Água Capim Branco I, no reservatório localizado no leito do Rio Araguari.

A previsão é que a nova estação, cuja primeira etapa está prevista para ser concluída em 2017, a capacidade de produção de água tratada do Município vai aumentar 50%, aumentando mais 2 metros cúbicos (por segundo), suficientes para abastecer mais de 1,5 milhão de habitantes. Na segunda etapa, a capacidade será para atender cerca de 3 milhões de pessoas, bem mais que a capacidade atual, que é de 1,2 milhão de habitantes.

Após a licitação, a obra terá início já em 2014, com custo estimado em R$ 360 milhões, sendo que a prefeitura, através do DMAE, complementará os recursos na ordem de R$ 72 milhões.

Os juros praticados não são baratos e chegarão a 8% ao ano (6% no contrato e mais 2% de taxa do banco).

A obra é para que não falte água nas torneiras, já que as estações de tratamento Bom Jardim e Sucupira fornecem, cada uma, dois mil litros por segundo. Em três anos, a produção dos dois sistemas não seria suficiente pra suprir a necessidade de Uberlândia.


Segundo esclarecimentos da prefeitura, as mudanças não vão alterar a conta de água dos moradores da cidade, pois o DMAE tem condições para arcar com o investimento.

Visite o nosso site www.tocadocalango.com.br.
TOCA DO CALANGO – suítes e quartos
individuais para alugar em uberlândia
acesse: www.tocadocalango.com.br

Comentários estão desabilitados no momento.