Quem estiver viajando poderá votar em Uberlândia nas próximas eleições!

Eleitores que estiverem em Uberlândia poderão votar aqui, mesmo que o título de eleitor esteja registrado em outro domicílio eleitoral.


Isso acontecerá porque na última terça-feira (17), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a resolução que amplia o voto em trânsito nas eleições presidenciais para todas as cidades do Brasil com mais de 200 mil eleitores. Durante a última eleição presidencial, em 2010, a permissão valia somente para as capitais. 

O mesmo vai ocorrer com cidadãos que possuem domicílio eleitoral em Uberlândia mas estejam em outras cidades do país com mais de 200 mil eleitores, como é o caso de alguns moradores da Toca do Calango.

Infelizmente, para que isso ocorra, ainda será necessário fazer um pedido de habilitação no cartório, entre 15 de julho a 21 agosto de 2014, indicando o local onde pretende votar. O pior é que, somente as cidades em que ao menos 50 pessoas de fora se mostrarem interessadas poderão montar seção de trânsito. O TREs ficarão responsáveis por informar aos eleitores caso não seja possível montar as seções eleitorais e também por organizar a seção.
Já para quem está fora do país, o voto no exterior ainda continuará sendo realizado e válido em 2014 (somente para presidente e vice-presidente) por meio de seções eleitorais a serem instaladas em missões diplomáticas ou repartições consulares de cada país. Algo parecido acontece, pois é necessário que haja ao menos 30 inscrições para que a seção seja montada e nesses casos o prazo para se inscrever é diferente, indo até o dia 7 de maio de 2014.

É possível votar, mas na prática é pouco provável que se consiga, pois será em um local específico e a exigência de pré cadastro inviabilizará o exercício da cidadania, pois poucos é que terão tempo ou condições de informar antes e ainda se dirigir ao local para votarem, ou seja, duas tarefas que podem ser substituídas por uma, que pode ser feita em qualquer seção eleitoral: justificar o voto.

Ainda mais com a atual descrença da população atual com a política. O voto em trânsito só seria capaz de influenciar o panorama se surgisse um candidato que causasse comoção geral, levando a população a ansiar uma grandiosa mudança, como no exemplo da campanha de Barack Obama em 2008 nos Estados Unidos.
TOCA DO CALANGO – suítes e quartos
individuais para alugar em uberlândia
acesse: www.tocadocalango.com.br

Comentários estão desabilitados no momento.