DICAS

NUNCA TIVE A EXPERIÊNCIA DE ME HOSPEDAR EM UM HOSTEL. VAI SER A PRIMEIRA VEZ! E AÍ?

A gente preparou esse post especialmente pra você que nunca ficou em um Hostel.

Hostel é o mesmo que Albergue, que é um tipo de hospedaria que se caracteriza pelos preços baixos e pela oportunidade que você terá de conhecer outras pessoas.

Em alguns países, a palavra “Hostel” estava relacionada às antigas pensões, que tinham acomodações para longo período (para trabalhadores temporários, por exemplo), mas com o passar do tempo o termo “Hostel” passou a se referir a albergue para mochileiros (backpackers). Hoje o termo se expandiu, principalmente nos grandes centros  e capitais. Os mais diversos perfis de viajantes utilizam Hostels como meio de hospedagem (estudantes, representantes comerciais, pessoas que vão a apresentações – musicais, teatrais, shows, feiras, eventos, casamentos, etc ou pessoas que se deslocam para fazer uma prova para uma universidade ou um concurso público, por exemplo). Claro, Uberlândia não poderia estar de fora dessa nova tendência e por isso criamos o Toca do Calango Hostel.

Em um Hostel você pode reservar uma suíte só pra você ou então uma cama ou beliche, em um dormitório compartilhado, com banheiro, cozinha e demais espaços compartilhados. Tem ainda a opção de escolher quartos podem ser mistos (masculino e feminino), apenas femininos ou masculinos. Tem opção com banheiro exclusivo ou então somente o quarto privado e o banheiro compartilhado.

AS DIFERENÇAS ENTRE UM HOSTEL E UM HOTEL

A principal diferença é na escolha do tipo da sua hospedagem. No Hostel o preço baixo (low cost) está associado a espaços comunitários, inclusive o dormitório. Mas você tem a opção de se hospedar em quartos privativos também, inclusive em suíte. Já em um Hotel, a hospedagem está sempre associada a um quarto só pra você e, claro, isso custa mais caro.

Para quem está em viagem e prefere menos formalidades e mais socialização, fazer mais amizades e se divertir, o Hostel é a escolha certa. Lembre-se: menos é mais!

Há menos privacidade num Hostel que em um Hotel quando você opta por ficar em quarto compartilhado, o que é bem diferente de se hospedar em um quarto privado de um Hotel ou em um “bed and breakfast”. Mas é claro, se isso for um grande problema para você, nós temos quartos privados no Toca do Calango Hostel.

Se você quer que o custo seja baixo, leve sua toalha e um cadeado para você usar no locker (que é um armário para você guardar as suas coisas) ou então vc pode locar ou comprar coisas que vc precisa na loja de conveniência do nosso hostel. Se você vai na estação do inverno, leve uma manta ou um cobertor, mas se quiser alugar, por comodidade, nós temos também. Uma opção é você passar em um supermercado e comprar o que você vai comer, pedir ao pessoal da recepção que peça um lanche pra você ou então comprar alguma coisa no próprio hostel. Hostels tem uma cozinha com geladeira para você usar (você deverá limpar e guardar o que usar). Outra dica é ter com você os itens para a sua higiene pessoal pois o Hostel é caracterizado por oferecer apenas os serviços essenciais para a sua hospedagem, sendo que e o que for solicitado de forma adicional será cobrado à parte (custo do cadeado, alimentação, toalhas e cobertores para alugar, etc).

DIVERSÃO

Aqui você poderá trocar livros (em breve), vai saber de atividades culturais e gastronômicas, vai experimentar uma decoração mais descolada e menos convencional, vai aproveitar o nosso bar e jogar uma sinuca com os novos amigos. Se quiser fazer um churrasco, nós temos uma churrasqueira!

É sempre importante lembrar que todo Hostel tem regras. Respeitá-las é fundamental para uma boa estadia.

Se você quer se hospedar em um Hostel você também precisa ser flexível e respeitar a diversidade. Há pessoas de todas origens, de qualquer cidade, estado ou país, opções de gênero, crenças e culturas dos mais variados tipos. A experiência e o aprendizado é incrível. Nós, do Toca do Calango Hostel acreditamos que a interação é o que faz o Hostel ser um local tão propício para que você abra a sua mente para coisas novas, novas amizades e novas experiências.

13 preciosas regras de convivência num Hostel, créditos de Cristiana Pimentel

Já ouviu a frase “sua liberdade termina onde começa a dos outros”? Pois é, ela se encaixa perfeitamente quando você se hospeda num albergue.

Nesses lugares que misturam economia com socialização, o respeito ao próximo é mais do que fundamental. Muita gente evita esse tipo de hospedagem achando que vai passar perrengue, mas dividir o espaço com pessoas desconhecidas – às vezes de culturas, idades e gêneros diferentes – não precisa ser chato ou problemático. O bom senso deveria ser suficiente para determinar o que rola fazer ou não, mas não custa ficar atento a algumas regras básicas, principalmente se você é marinheiro de primeira viagem.

1. Seja, pelo menos, educado. A ideia de Hostels, em sua maioria, é de promover a socialização dos turistas e esse é um dos motivos de serem escolhidos. Você não é obrigado a interagir com ninguém, se não quiser, mas espera-se que, pelo menos, seja simpático e educado com as pessoas que estão compartilhando o quarto com você.

2. Não deixe suas coisas espalhadas. Limpe sua bagunça! E isso inclui seu quarto. O quarto não é só seu. Então, não espalhe e deixe nada pelo chão, pelos espaços comuns, principalmente se não houver espaço para todos fazerem o mesmo. E NUNCA ocupe lockers de outro colega de quarto e, obviamente, a cama alheia, pois se fizerem isso com você, você provavelmente não iria gostar.

3. Mantenha-se limpo. Manter somente o Hostel limpo não basta. Você também precisa se preocupar com sua higiene. Então, o banho está incluso na diária. Aproveite! Lave-se e cuide também dos seus pés. Ah! E falando sobre isso…oriente-se com o próprio pessoal do Hostel sobre onde deixar o calçado que estiver com mal cheiro…com certeza eles vão poder te ajudar!

4. Não demore demais no banheiro. Essa regra vale especialmente para banheiros em quartos compartilhados com desconhecidos ou nos banheiros compartilhados para vários quartos. Se estiver num quarto só com amigos, é mais tranquilo, mas não significa que você pode esquecer da vida e não pensar que seus amigos também possam estar querendo usar o banheiro. Eu sei, têm horas que não cabe à gente mas à natureza determinar esse tempo. Porém, nas outras, não demore no banho ou se ajeitando, deixe para terminar de se arrumar do lado de fora. Higiene, como dito acima, é fundamental, mas abusar do espaço dos outros é feio e não combina com nenhuma circunstância, principalmente num albergue.

5. Evite fazer barulho à noite. Tudo bem que quem compra vaga em uma cama num quarto compartilhado sabe que estará mais sujeito a barulho do que num privativo, mas o sono alheio é uma das principais coisas a se respeitar num quarto ou nos corredores, principalmente após às 22h. Deixe para conversar do lado de fora e já deixe as coisas arrumadas se tiver de sair de madrugada (para check out, especialmente). Preste atenção no barulho de sacolas plásticas. E se esforce para cumprir essa regra se chegar bêbado, ok? Sei que pode ser difícil, mas se esforce!

6. Assim como o barulho, evite acender a luz à noite. A luz atrapalha o sono de muitas pessoas. Então, verifique se a luz individual não é forte demais a ponto de incomodar e tente, ao máximo, não acender a luz do quarto. Para evitar tropeçar nas coisas ou bater nas outras camas, use a luz do celular ou a luz individual, se ela não for muito forte, e lembre-se de não deixar suas coisas espalhadas no chão.

7. Não deixe o despertador tocando. Você não precisa e nem deve acordar o quarto todo porque precisa levantar para pegar um voo ou simplesmente acordar cedo. Acordou? Desliga a musiquinha, ok? Tente atrapalhar o mínimo possível o sono alheio. Nunca use a função soneca, incomodar uma vez já basta!

8. Não transe. É sério, não transe! Essa nem deveria ser avisada, mas, como de gente se espera tudo, vale esclarecer que o “get a room” nesse caso não significa seu quarto privativo. A maioria das pessoas não se hospeda num albergue para ser obrigado a testemunhar momentos privados de outras pessoas. Já soube de histórias dessas e foram muito desagradáveis, sem contar que se o pessoal do Hostel ficar sabendo, os dois serão expulsos a qualquer hora do dia ou da noite. Além de chato e vergonhoso, vai ser perigoso pra você estar na rua, dependendo do horário, e ainda vai te custar caro achar outro lugar pra ficar.

9. Respeite as áreas comuns. Lave tudo o que usar na cozinha, não pegue comida na geladeira que não seja sua, não demore no computador compartilhado, usou jogue fora, retire cabelos do ralo, jogue papel higiênico e lixos nos cestos próprios, tenha cuidado para não encharcar o banheiro depois do banho.

10. Não se coma ou beba no quarto. Alguns Hostels já possuem essa proibição. Entretanto, alguns hóspedes ainda insistem em levar comida e bebida pros quartos. Entenda que restos de comidas e bebidas, além de deixarem o quarto sujo, podem atrair insetos e o cheiro da sua comida pode não ser agradável para todos. Lembra dos cheiros daqueles biscoito tipo Cheetos? Pois é…

11. Não fique pelado!!! Pelo amor de Deus, ninguém é obrigado a ver você se vestindo ou dormindo sem roupas. É deselegante e pode ir contra a cultura dos seus colegas de quarto. Existe banheiro para isso, ok?

12. Respeite a cama dos colegas. Quando você faz o check in, normalmente recebe também o número da sua cama. Respeite essa escolha. Nunca troque para a cama de outro colega de quarto, mesmo que ela seja melhor do seu ponto de vista. Converse com a recepção e com o colega se você quiser trocar, mas nunca, nunca, troque só porque você quer e sem o consentimento dos envolvidos.

13. Comunique-se. Às vezes o “sem noção” não é você. Mas o que você pode fazer? Converse com a pessoa e busque apoio dos funcionários do Hostel, pois com certeza eles tem interesse na solução da situação que gerará bem estar para todos. O diálogo resolve muita coisa, pode acreditar nisso!

Vem ficar com a gente!